Cartas de Amor aos Mortos - Ava Dellaira
Editora: Seguinte
ISBN: 9788565765411
Paginas: 376
Compre: Submarino | Saraiva | Extra
Classificação:



Sinopse: Alguns segredos só conseguimos contar aos nossos maiores ídolos.
Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop¿ apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky.Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era: encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um, é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho.


Querido Leitor,

Gostaria de agradecer pessoalmente a Ava pela obra prima criada por ela e também presentear cada um de vocês com um exemplar desse livro magnífico. Faz tempo que li uma obra e fiquei com lágrimas nos olhos, coisa que só aconteceu duas vezes com este. Cartas de Amor Aos Mortos me deixou com aquela sensação de dor no peito por ter finalizado a leitura, da qual não queria que acabasse.

Laurel é uma adolescente de 15 anos, doce e inocente, vive isoladamente em seu mundo e passa uma semana com seu pai e outra com sua querida tia Amy. Mesmo antes da morte da sua irmã May, seus pais haviam se divorciados e após a morte da filha mais velha, sua mãe foi morar na Califórnia.

Laurel muda de escola para evitar perguntas e consolos de pessoas que a conheciam com a morte da sua irmã, que era uma amiga, um porto seguro, uma inspiração e quando ela faleceu, Laurel despedaçou-se e tenta se reconstruir espelhando-se na May, corajosa, linda e com muita vontade de viver.

A sua professora de inglês, srt. Buster que de início, Laurel não gostava, passa uma atividade, escrever uma carta para alguém que já morreu, Laurel escreve para um dos maiores ídolos da sua irmã, o Kurt Cobain, líder do Nirvana e a voz que uma geração. Escreve a carta, mas quando chega o dia de entregar a atividade não entrega.

"Tem coisas que não posso contar pra ninguém além das pessoas que já não estão mais aqui."

O livro é epistolar, ou seja, todo escrito por cartas, as mesmas ela manda não só para o Kurt, mas também para a Amy Winehouse, Judy Garland, Amelia Earhart, River Phonix entre tantos outros. No início de cada carta fala um pouco da vida do remetente e a sua importância, ao decorrer, aborda sobre seus amores, suas novas amigas, aventuras e sem esquecer da sua irmã. Como a obra é escrito em forma de cartas, temos pequenos capítulos e a leitura flui rapidamente.

"Quando olho para Sky lembro que o ar não é apenas algo que existe, mas que se respira. Mesmo que esteja do outro lado do pátio, consigo ver o peito dele se movendo. Não sei porque, mas, neste lugar cheio de desconhecidos, fico feliz que Sky e eu estejamos respirando o mesmo ar. O mesmo ar que você respirou. O mesmo ar que May respirou." Laurel para Kurt

A cada carta, nós vamos descobrindo como foi a convivência de May com Laurel, a verdadeira May, a sua família desestruturada e os sentimentos e segredos mais guardados de Laurel. Ao decorrer da leitura, percebemos que ela esta querendo viver na sombra da sua irmã. Os personagens são muito bem descritos pela autora, sua escrita, que é um ponto alto da obra, é espetacular, nos passa todos os sentimentos e emoções dos personagens. O livro trás temas polêmicos e a autora soube muito bem manejar os problemas em questão. Em muitos momentos, senti vontade de ir abraçar a Laurel e dizer que ela não tem culpa alguma sobre a morta da sua querida irmã, uma das coisas que mais dói no livro é o sentimento de culpa que leva costas. A diagramação do livro está linda, a capa é maravilhosa, folhas amarelas e fonte ideal.

"Sei que May está morta. Quer dizer, uma parte racional de mim sabe, mas não parece verdade. Ainda sinto como se ela estivesse aqui, comigo, de alguma maneira. Penso que ela vai entrar pela janela, depois de sair escondida, e me contar como foi a aventura. Se eu for mas desapegada, como May, talvez aprenda a viver sem ela."

Carta de Amor aos Mortos é sem dúvida um prato cheio de cultura, é repleto de músicas, filmes e lindos poemas de qualidade. Mesmo com os altos e baixos da narração, isso não afeta a premissa fantástica. É uma mistura de As Vantagens de Ser InvisívelEntão, Conheci Minha Irmã (ambos já ganharam resenhas no blog, clique no titulo e confira), os meus dois livro prediletos, a forma como é escrita, cartas (AVDSI¹) e a perda e o mundo desmoronado após a morte da irmã (ECMI²), então, não poderia ser melhor.

Carta de Amor aos Mortos não é apenas um livro de drama, é tocante, intenso, dolorido e muito emocionante, é pesado e mexe muito com você, vai até o fundo da alma e faz ela desconstruir com lágrimas. Espero que vocês o amem intensamente, assim como eu. Boa leitura.

Beijos,


Vinícius

¹ As Vantagens de Ser Invisível | ² Então, Conheci Minha Irmã





15 Comentários

  1. Oi Vini *-*
    Estou LOUCA para ler esse livro.. Ele está na minha wishlist da bienal, talvez eu volte de SP com ele na mala.. Quem sabe, né?
    Adoro livros com referências musicais e cinematográficas, acho que "Cartas de amor aos mortos" deve ser um prato cheio.

    Beijo grande.

    Thati;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
  2. Oi Vinícius, como vai?
    Amei a sua resenha, mas depois dela não sei mais se quero ler esse livro. Porque história entre irmãs me tocam demais, acabo ficando extremamente triste. Amo muito a minha irmã, como se fosse uma filha, e eu não aguentaria se acontecesse algo com ela. Por isso ler livros assim me deixariam triste.
    Mas se rolar a oportunidade, acho que vou ler, nem se for pra chorar o livro inteiro, hehe.

    Um abraço,
    http://obsessivejerk.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Nossa, depois de ver sua resenha poxa, me deu uma vontade imensa de ir correndo ler esse livro! Tenho ele em e-books, e mesmo não gostando tanto quando livro físico irei começar a ler. A capa está simplesmente perfeita em primeiro lugar e a história simplesmente me fascinou. Parece ser bastante tocante e triste, então primeiro é bom se preparar em? kkk. Já estava com muita vontade de ler ele, mas agora simplesmente necessito.
    Sua resenha está muito bem escrita, meus parabéns.
    Beijos e sucesso!
    chuvaelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Dizem que é um livro muito bom e muito profundo. Eu tenho vontade de lê-lo. A sua resenha está simplesmente maravilhosa, muito completa! Adorei.

    Thamiris, Tão doce e tão amarga.


    ResponderExcluir
  5. Ai meu Deus, sua resenha descreveu todos os detalhes Vini, e sei que iria amar ler esse livro, como sou fraca sei que irei chorar com essa estória, quando se trata de morte e família o livro emociona! Amei As Vantagens de ser Invisível e sei que irei amar ler Cartas de Amor aos Mortos.
    beijos bela resenha Vini.
    http://garotaliterary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Comprei o livro hoje.. Culpa sua, rs!!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Vini! Ansioso demais para ler este livro! Já o tenho na estante.

    Abraço,
    www.falandoemlivros.com

    ResponderExcluir
  8. Eu achei o livro incrivel, as partes que envolvem o Kurt e a filha me tocaram tanto, chorei rios, dai voltei a ouvir Nirvana! AHAHHAHA
    Eu adorei como a história foi montada, eu já esperava algo do tipo, mas a sensibilidade da escrita é tanta que conseguiu me surpreender!

    http://www.livrologias.com/

    ResponderExcluir
  9. Vi um amigo falando tão bem desse livro um tempo atrás, que acabei me convencendo em colocar na minha lista de desejados.
    Não tenho costume de ler livros epistolares, mas quase sempre me surpreendo quando os leio. Estou bem curiosa quanto a esse.
    Sua resenha ficou incrível e me deixou com água na boca.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Vini, td bem? Esse livro estava em promoção no submarino, quase comprei por causa dessa resenha, mas aí lembrei que a bienal me deixou pobre T.T Mas ele parece ser ótimo!

    abraços,
    Marlon - http://viva1livro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oii vini,já estava ansiosa pra ler esse livro,mas depois dessa resenha acho que será minha próxima leitura kk

    ResponderExcluir
  12. Hey Vini, tudo bem? :D
    Desde que vi esse livro, fiquei morrendo de vontade de ler. Ainda nem sabia direito sobre o que era, mas já fiquei interessada. Lendo sua resenha então, o desejo foi para o teto. Ficou muito boa e realmente atiçou ainda mais minha curiosidade. Mal posso esperar para me deliciar com essa leitura.
    Beijos e ótima semana!

    http://confissoesdeumleitor.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  13. Só pelo título do livro e pela capa, fiquei com vontade de ler esse livro.
    Parabéns pela resenha. Bjus :)

    http://magisbook.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Oi Vini ,
    Adorei sua resenha e já estou louca para ler este livro. Continue escrevendo assim, que além de nos aproximar dos livros, nos emociona!!
    Beijos,
    Rê.
    www.serdeletras.com

    ResponderExcluir