A trilogia, Jogos Vorazes, está mais uma vez aqui no blog Marcas Literárias, com a resenha de A Esperança feita por mim, Érika!!! Não percam a chance de checar o texto e em seguida opinar sobre o mesmo.



A Esperança - Suzanne Collins
Editora: Rocco
ISBN: 9788579800863
Ano: 2011
Páginas: 424
Classificação: 

Depois de sobreviver duas vezes à crueldade de uma arena projetada para destruí-la, Katniss acreditava que não precisaria mais lutar. Mas as regras do jogo mudaram: com a chegada dos rebeldes do lendário Distrito 13, enfim é possível organizar uma resistência. Começou a revolução. A coragem de Katniss nos jogos fez nascer a esperança em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão. E agora, contra a própria vontade, ela precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde. Ela precisa virar o Tordo. O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade. Será que vale a pena colocar sua família em risco novamente? Será que as vidas de Peeta e Gale serão os tributos exigidos nessa nova guerra?

     O último livro da trilogia de Suzanne Collins, A Esperança, foi publicado no Brasil pela editora Rocco e o filme é dividido em duas partes, que têm previsão de lançamento para novembro de 2014 e 2015.

     Uma obra que sem dúvida causa uma bipolaridade de sentimentos, o leitor se surpreende bastante com todos os acontecimentos. Neste último livro, Suzanne utiliza bem seus dotes como escritora e faz valer a pena sua leitura. Muitas descobertas acontecem, como a existência do distrito treze e o seu preparamento para a revolução.

     Ao tempo que Katniss torna-se uma inspiração para os revoltosos, sendo o tordo, passa por problemas individuais, como os que afetam Peeta e as dificuldades que ela enfrenta a fim de não ser apenas uma imagem, mas alguém que está junto na luta pela libertação. É nele que a Katniss percebe o quanto ama Peeta.

     O filme é dividido em duas partes, todavia, isso ocorre para que, possivelmente, não se perca muito do enredo, possibilitando uma história mais fiel e agradável para os amantes da trilogia.

     Com certeza esta obra merece cinco estrelas, pessoalmente considero como meu livro favorito, caso pudesse dar mais do que isso daria.

     A maior filosofia deixada é a existência de jogos muito piores, o mundo em que vivemos é algo bem mais complicado, a maioria das coisas não são como pensamos, os nossos olhos e coração se enganam.
Para os apaixonados por uma boa leitura, A Esperança é uma boa opção, afinal, traz consigo uma ótima história e de fácil compreensão.


10 Comentários

  1. Parabéns pela resenha :] A Esperança é uma sequência de mortes desnecessárias e ainda é bom hahahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oque um desfecho que uma serie sem mortes? HAHA

      Excluir
  2. Terminei essa trilogia no final do ano passado e apesar do que todos dizem, A Esperança foi o meu livro preferido em comparação aos outros dois mesmo com algumas falhas haha
    Parabéns pela resenha, muito boa :D
    http://mylittlemetaphor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sem dúvida esse é o melhor livro da trilogia. ;) Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela resenha.Ficou muuuuito bem feita.Gostei :)
    Seu blog é bem legal,tem bastante coisa.


    Beeijão ^^
    http://borboletametamorfoseando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi. Adorei a resenha! Ainda não li o livro, mas pretendo ler assim que possível.
    Tá virando moda dividir o último filme da saga em dois, hehe.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    eeesse livro foi, também, o que eu mais gostei, mostrando as fragilidades da Katniss e não só a adolescente fazendo papel de mulher durona!

    essa moda de dividir o ultimo filme em dois, eu acredito ser mais uma jogada para faturar mais em bilheterias, do que de fato, tentar-se manter fiel ao livro. Eles não tem taaaanta consideração assim com os livros, vide o filme "Os Instrumentos Mortais: Cidade dos ossos"


    Um beijo Lara!
    http://meusmundosnomundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir